domingo, 24 de novembro de 2013

No Céu - O Tribunal de Cristo



O Tribunal de Cristo

O tribunal de Cristo será estabelecido no céu, onde o Senhor Jesus se assentará como Juiz para rever a vida de cada crente. A ordem da sessão será: revisão, recompensa e regozijo. Existem dois tipos de juiz neste mundo. Cristo executará juízo no caráter de ambos.

Um é o juiz que atua em um caráter penal, investido de autoridade para lavrar a sentença em juízo sobre um réu culpado. Um exemplo é o juiz que atua nas cortes judiciais de um país. O crente nunca se encontrará diante de Cristo neste caráter de Juiz (Jo 5:24; Rm 8:1). O julgamento que Cristo fará do crente não será o julgamento de seus pecados. Não são os pecados do crente que estão em questão no Tribunal de Cristo; isto já foi resolvido de uma vez por todas pela fé na completa obra de Cristo na cruz. O conhecimento disto dá ao crente uma grande confiança em relação ao dia do juízo (1 Jo 4:17). Ele pode descansar na plena confiança e certeza na Palavra de Deus que lhe diz que "não entrará em condenação" (Jo 5:24; Rm 8:1).

O outro tipo de juiz é o que atua como um árbitro, tendo conhecimento suficiente para decidir o mérito de um determinado assunto, por exemplo, um juiz de um concurso ou exposição de arte. Este tipo de juiz avalia a qualidade e beleza de uma determinada obra em exposição. É neste segundo caráter que Cristo é visto como Juiz para com os crentes. Deus mantém livros ou registros. Quando uma pessoa é salva, o Senhor encerra a coluna de débitos da contabilidade dessa pessoa e abre a coluna de créditos. A partir daquele momento tudo na vida do crente que for feito para Cristo será lançado para um futuro galardão ou recompensa. Cada crente será recompensado por sua fidelidade em vida depois de ter sido salvo. O Tribunal de Cristo ocorre quando são entregues essas recompensas.

Traduzido de "Outline of Prophetic Events", por Bruce Anstey publicado por Christian Truth Publishing. Traduzido por Mario Persona.