sexta-feira, 24 de abril de 2015

Para o bem de vocês


Portanto, visto que temos este ministério pela misericórdia que nos foi dada, não desanimamos. Antes, renunciamos aos procedimentos secretos e vergonhosos; não usamos de engano nem torcemos a palavra de Deus. Pelo contrário, mediante a clara exposição da verdade, recomendamo-nos à consciência de todos, diante de Deus.

Mas se o nosso evangelho está encoberto, para os que estão perecendo é que está encoberto. O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.

Pois não nos pregamos a nós mesmos, mas a Jesus Cristo, o Senhor, e a nós como escravos de vocês, por amor de Jesus. Pois Deus que disse: "Das trevas resplandeça a luz", ele mesmo brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo.

Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós.

De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.

Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo. Pois nós, que estamos vivos, somos sempre entregues à morte por amor a Jesus, para que a sua vida também se manifeste em nosso corpo mortal.

De modo que em nós atua a morte; mas em vocês, a vida. Está escrito: "Cri, por isso falei". Com esse mesmo espírito de fé nós também cremos e, por isso, falamos, porque sabemos que aquele que ressuscitou ao Senhor Jesus dentre os mortos, também nos ressuscitará com Jesus e nos apresentará com vocês.

Tudo isso é para o bem de vocês, para que a graça, que está alcançando um número cada vez maior de pessoas, faça que transbordem as ações de graças para a glória de Deus.

Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles.

Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.

Fonte: 2 Coríntios 4

A Rocha


Leitura: Mateus 7:24-29, Lucas 6:46-49

Onde você está construindo sua casa, sua vida: na rocha ou na areia? Jesus compara aquele que lhe dá ouvidos, aquele que coloca em prática o que ele diz, ao homem prudente, que constrói sua casa sobre a rocha. e a Rocha é ele próprio, Jesus.

Muita gente acha as palavras de Jesus bonitas e motivadoras, mas quantos realmente o levam a sério? Não basta você escutar as palavras de Jesus, é preciso crer nele como Salvador e aplicar essas palavras à sua própria vida.

É comum encontrar em casas e empresas uma Bíblia aberta em algum trecho bonito. Será aquilo o alicerce de quem vive ou trabalha ali ou é apenas um objeto de decoração? Ou, talvez, algum tipo de amuleto para espantar a má sorte e trazer prosperidade?

Quem realmente crê em Jesus irá fundamentar toda a sua vida nele e em sua Palavra. Ele é a Rocha eterna, o único terreno seguro quando chega o temporal. Construir sua vida sobre qualquer outro alicerce é ser insensato, como o que constrói sobre a areia. Quando vem o tsunami não sobra nada.

Uma construção sólida exige a sondagem do terreno, ensaios de resistência do solo e perfurações em busca da rocha onde o alicerce possa se apoiar. Você já fez esse tipo de pesquisa em sua própria vida? Você já se questionou para saber se está construindo sua vida sobre uma base que irá permanecer no final?

Outro dia viajei ao lado de um homem muito rico. Durante o vôo ele falava de negócios de milhões, e contou que tinha terminado de construir uma mansão e já tinha comprado um terreno para construir outra maior no ponto mais alto do bairro. Segundo ele, o jeito era gastar enquanto estava vivo, porque depois da morte ele não fazia nem idéia de onde iria parar.

Procurei dizer a ele que Deus queria que ele soubesse a respeito de seu destino eterno, mas ele imediatamente mudou de assunto, dando a entender que não estava nem um pouco interessado. O importante para ele era viver o aqui e agora.

Não perguntei, mas tenho certeza de que, antes de embarcar naquele vôo, ele conferiu a passagem, verificou o número do portão de embarque e ficou atento aos avisos e chamadas para o vôo. Tudo isso para não perder um vôo de pouco mais de uma hora. Mas quando o assunto era sua vida inteira... quanta imprudência.

E você, já verificou se está no vôo certo? Você está atento aos avisos da Palavra de Deus? Tem sua vida firmada na Rocha que é Jesus? Eu e você precisamos dar atenção ao que Jesus diz. Afinal, somos leprosos por natureza. Mas este é o assunto dos próximos 3 minutos.

Fonte: texto de Mário Persona | http://www.3minutos.net/2008/08/rocha-mt-724-29-lc-646-49.html

domingo, 5 de abril de 2015

Os falsos profetas


Leitura: Mateus 7:15-23; Lucas 6:43-45

Jesus avisa para tomarmos cuidado com os lobos vestidos de ovelha, os falsos profetas. Como saber quem são? Pelos frutos. Árvores boas dão bons frutos; árvores más dão frutos ruins.

Mas cabe um alerta aqui: os lobos são sedutores. Além de vestidos em pele de ovelha eles vão querer vender para você a idéia de que seus frutos são bons. Oras, não foi isso o que o diabo fez com Adão e Eva?

Deus tinha avisado que comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal era morte certa. Satanás insinuou que Deus estava escondendo deles a melhor parte. Deu no que deu. Adão e Eva foram atraídos pela cobiça dos olhos, pela cobiça da carne e pela soberba da vida. O que os lobos travestidos de ovelhas oferecem? Aquilo que apela para a ganância da carne, dos olhos e do orgulho.

Se você sair pelas ruas convidando pecadores a se arrependerem de seus pecados e a crerem em Jesus para receberem a vida eterna, quanta gente você acha que vai conseguir atrair? Mas, se sair por aí prometendo saúde física, financeira e sentimental, vai atrair uma multidão.

Jesus curou e alimentou multidões, mas o evangelho de João diz que "muitos viram os milagres que ele fazia e creram no seu nome, mas Jesus não confiava neles". Em outra parte ele reclamou que as pessoas iam atrás dele por causa do pão! E você, está atrás de Jesus por que? Para ter saúde física, dinheiro e sorte no amor? Se for assim você será presa fácil dos lobos.

Para todo vigarista existe alguém com o mesmo motivo: lucro fácil. Quem compra o bilhete supostamente premiado do estelionatário não é diferente daquele que vende. "Um bilhete de um milhão e só pago mil?! Eu quero!!!" Por causa da cobiça acaba caindo no golpe. "O pastor diz que se eu der mil para a igreja dele Deus vai me dar um milhão?! Eu quero!!!" Percebeu?

Antes que você caia nessa conversa, Jesus avisa que nem todo aquele que diz "Senhor, Senhor" é genuíno. Dizer que é cristão ou evangélico não garante nada. E ele diz ainda que um dia dirá de pessoas que pregam, curam e expulsam demônios em nome de Jesus que nunca as conheceu.

Mas se os próprios discípulos faziam tudo isso, como distinguir o falso do verdadeiro? Bem, Judas fazia tudo isso, mas estava de olho mesmo era no dinheiro. Por acaso é dinheiro que o pregador ali da esquina pede e oferece? Desconfie.

Desconfie também de você, sim, de seus motivos. O que atrai você a Jesus? O peso de seus pecados e a preocupação com seu destino eterno? Ou será que quer uma solução mágica para conseguir uma mansão com carro importado na garagem?

Quem está de olho na eternidade vai querer uma mansão no céu, não aqui. Porque a mansão lá é eterna, construída sobre a Rocha, e as mansões daqui são passageiras, construídas sobre a areia. Mas este é o assunto dos próximos 3 minutos.

Bem-sucedido

Como é difícil levar as boas-novas para uma pessoa bem-sucedida. Como dar boas notícias, para uma pessoa que não tem má notícia? Como comp...