segunda-feira, 5 de setembro de 2016

O Estado Intermediário do Perdido - Bruce Anstey

Os incrédulos que morreram em seus pecados foram para o inferno?

Clichê (sem fundamento): "Ele morreu e foi para o inferno."

Esta declaração reflete um mal-entendido do estado presente e futuro dos perdidos que partiram deste mundo pela morte.

A Escritura indica que "inferno"("Ghenna" em grego) é a morada eterna dos condenados (Mt.5:22, 29,30; 10:28; 18:9; 23:15,33; Mc.9:43,45,47; Lc.12:5; Tg.3:6). O "lago de fogo" é uma figura desse horrível lugar de juízo (Ap.19:20; 20:14-15). Não é literalmente um lago com fogo, como alguns imaginam. "Fogo" na Escritura é uma figura para juízo. E "lago" é um lugar de confinamento - a água literalmente drena para o lago e fica confinada lá. Assim, o lago de fogo é um lugar de confinamento sob o juízo de Deus. E ao contrário do que nos é ensinado tradicionalmente, nenhum homem ou demônio está no inferno atualmente! Ele tem sido "preparado" (Mt.25:41), mas está vazio. Além disso, todo ser humano que será lançado no inferno não vai estar morto – mas sim fisicamente vivo!

A morte é uma condição temporária para todos os que morrem - tanto para os salvos, quanto para os perdidos. Aqueles que morrem em seus pecados subirão novamente na "ressurreição da condenação" (Jo.5:29; At.24:15). Em Ap.20:5 lemos que eles "voltam à vida" novamente para serem julgados por seus pecados antes de serem lançados no inferno. Apocalipse 20, identifica tais pessoas más como "os mortos", mas eles não estarão mais mortos quando forem lançados no lago de fogo.

Poderíamos perguntar: "Onde, ou em que condição, estão os perdidos que morreram?" A resposta é: as almas de todos os que morreram (crentes e incrédulos) estão atualmente em um estado intermediário entre a morte e a ressurreição. Este estado é chamado de "Sheol" no Antigo Testamento e "Hades" no Novo Testamento. Hades (Sheol) refere-se ao mundo invisível dos espíritos dos mortos, sem especificar em que condições eles estão. A Escritura indica que há duas condições opostas no Hades (Sheol): Há "tormento" para os perdidos (Lc.16:24-25) e gozo ("paraíso") para os crentes (Lc.23:43).

Uma consulta foi submetida ao editor da revista Help and Food a respeito do Hades: "Pergunta: O que é Hades?" “Resposta: Sem dúvida é todo o mundo invisível, incluindo salvos e perdidos. Ver Lc.16:23 e Ap.20:13-14 para os perdidos, e At.2:27,31 para o nosso bendito Senhor. Hades corresponde ao Sheol do Antigo Testamento" (revista Help and Food, vol. 14, p. 140). Gostaríamos de acrescentar 1Co.15:55 a estas referências, onde consta que os crentes que morreram estão no Hades. A versão King James da Bíblia traduz este versículo como "sepultura", mas a palavra no grego é "Hades" e deveria ser traduzida como tal (J. Green's Interlinear; Wigram's; Strong's, etc.).

O que pode causar confusão é que Hades está erroneamente traduzido como "inferno" em dez lugares na versão King James da Bíblia (Mt.11:23; 16:18; Lc.10:15; 16:23; At.2:27, 31; 1Cor.15:55 -margem; Ap.1:18; 6:8; 20:13-14). Em cada uma dessas referências deve-se ler "Hades." Em uma tradução mais criteriosa, como a versão de J. N. Darby, isso é imediatamente esclarecido.

Assim, aqueles que morreram em seus pecados ainda não estão no inferno, e quando eles forem lançados lá, não estarão mortos. Atualmente eles estão em tormento no Hades e serão ressuscitados no final dos 1.000 anos do reinado de Cristo para serem julgados, e então lançados vivos no inferno - no lago de fogo (Ap.20:11-15). Portanto, em vez de dizer, "Ele morreu e foi para o inferno," será mais correto dizer: "Ele morreu em seus pecados e está em uma eternidade perdida agora."

Tradução: Kleber Barbosa | Revisão: Paulo Martins e Rosimeri Martins
Extraído do livro "UNSOUND DOCTRINAL STATEMENTS & CLICHÉS (Commonly Accepted as Truth)" Bruce Anstey - 1) The Intermediate State of the Lost - Tradução páginas 19 a 21.