As Duas Testemunhas - Bruce Anstey

Clichê (sem fundamento): Na Grande Tribulação, Moisés e Elias voltarão à Terra e pregarão ao mundo, como duas testemunhas de Deus (Ap.11:3).

Muitos pensavam que, uma vez que o profeta Malaquias disse que Deus iria enviar "Elias, o profeta”, antes do grande e terrível Dia do Senhor" (Ml.4:5), e que ele e Moisés (uma vez que eles estavam juntos no Monte da Transfiguração-Mt.17:3.) retornariam pessoalmente como testemunhas na Terra durante a Grande Tribulação. Esta é uma suposição que resulta da tendência de se dar às profecias um caráter sensacionalista.

O capítulo 11 do livro Apocalipse é interpretado literalmente, ainda que o primeiro versículo desse livro nos ensine que  as profecias nesse caso são “figuras”, significando que elas devem ser entendidas como “símbolos” (Ap.1:1). Se não for assim, poderemos chegar a algumas ideias bastante fantasiosas de como as coisas acontecerão no final dos tempos.

A interpretação ortodoxa da Bíblia indica um cumprimento literal das Escrituras. Isso não significa que toda palavra ou frase encontrada na Bíblia seja literal, mas que o cumprimento dessas coisas será literal.

O Espírito de Deus usa muitas figuras e símbolos na Palavra para simbolizar coisas que são literais. Por exemplo, a Escritura fala de "o sol" não brilhando e "as estrelas" caindo do céu (Mt.24:29). Isso não pode ser entendido literalmente. Se o sol parasse de brilhar, toda a vida na Terra morreria. Além disso, a maioria das estrelas são milhares de vezes maiores do que a Terra; se uma delas fosse cair na Terra ela seria destruída imediatamente.

Essas coisas são, obviamente, simbólicas. Elas têm a finalidade de mostrar que a grande apostasia que o Anticristo trará, resultará no afastamento da verdade e da luz divina(o sol) para bem longe dos homens, e que muitos líderes dentre os homens (as estrelas) irão sucumbir à escuridão espiritual e não mais temerão a Deus. Estas são coisas literais que acontecerão.

Interpretando as "duas testemunhas" simbolicamente, vemos que Deus levantará um testemunho apropriado (indicado com o número 2 nas Escrituras) na terra de Israel, em oposição à malignidade da Besta e do Anticristo. Isso  será uma parte do remanescente judeu que será autorizada por Deus para esse testemunho especial.

F. B. Hole disse: A questão naturalmente surge; devemos entender esses versos como predizendo o levantar-se de dois homens reais; ou Deus levanta e mantém pelo tempo que Lhe convier um suficiente e poderoso testemunho com as características de Elias e Moisés, ou são mesmo os dois?  Estamos inclinados ao segundo ponto de vista especialmente por causa do caráter simbólico de todo o livro.

Pensamos então que eles indicam – não um grande e abundante testemunho; isso seria indicado pelo número 3 e não 2 – mas um testemunho suficiente, divino, na verdade, miraculosamente preservado e  sustentado nesta época."(The Revelation p.247).

W. Scott disse: "Sobre a questão do número 2 de testemunhas, inúmeras hipóteses têm surgido, tal como os dois Testamentos, a Lei e o Evangelho, Huss e Jerome, os Valdenses e os Albigenses, etc.

Outros, demonstrando mais razão e com aparente sanção da Escritura, supõem que Moisés e Elias são as duas testemunhas, citando Ml.4:5 como prova de sua afirmação. A frase desse versículo  “Lembrai-vos da lei de Moisés, meu servo” não implicaria na presença pessoal do grande legislador nas cenas dos últimos dias; enquanto que no versículo 5 parece realmente uma declaração expressa de que o distinguido profeta deve novamente aparecer na Palestina: “Eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível Dia do Senhor”.

Um testemunho completo e adequado é a intenção propositadamente pretendida no número das testemunhas. Parece-nos que um número maior do que dois, é trazido diante de nós nesta solene crise, e que também o versículo 8 supõe um grupo de testemunhas mortas." (The Book of Revelation, p.230).

Essa questão foi submetida ao editor da revista Help and Food: "Pergunta: Por gentileza você poderia explicar o significado das "duas testemunhas" de Ap.11:3?

Resposta: Nós acreditamos que eles são o fiel remanescente judeu que Deus levantará durante a segunda metade da última semana de Daniel - o tempo da Grande Tribulação. O número 2 não é necessariamente literal, mas revela um testemunho adequado, assim como a Lei exigia.... Assim como foi com Moisés e Elias, cujo testemunho foi em circunstâncias semelhantes, ainda que o Rei já estivesse longe, eles estavam em humilhação e sofrimento" (Help and Food, vol.19, p.252).

Tradução: Kleber Castanhar | Revisão: Paulo Martins e Rosimeri Martins
Extraído do livro "UNSOUND DOCTRINAL STATEMENTS & CLICHÉS (Commonly Accepted as Truth) - Bruce Anstey - 46) The Two Whitnesses - Tradução páginas 111 a 113.

Postagens mais visitadas deste blog

A Besta e O Anticristo - Bruce Anstey

Na casa do fariseu - J.G.Bellett