sexta-feira, 1 de julho de 2016

O Arrebatamento e A Manifestação - Bruce Anstey

Clichê: Ninguém sabe quando o Arrebatamento ocorrerá, quando o Senhor virá como um “LADRÃO NA NOITE”, porque Ele disse, “MAS DAQUELE DIA E HORA NINGUÉM SABE, NEM OS ANJOS DO CÉU, MAS SOMENTE MEU PAI” (Mt 24:36)

Há dois erros nesta expressão ouvida frequentemente.

Em primeiro lugar, enquanto é verdade que ninguém sabe quando o Arrebatamento ocorrerá, Mateus 24:36 não é o versículo a ser usado para mostrar isso. A pessoa que pensa que esse versículo está se referindo ao Arrebatamento, mostra claramente uma falta de entendimento do que trata o capítulo 24 de Mateus. A passagem está se referindo à Manifestação de Cristo, não ao Arrebatamento.

Simplificando, a vinda do Senhor tem duas partes: há o Arrebatamento – que é a vinda do Senhor para os Seus santos para levá-los aos céus (1Te. 4:15-18, etc), e há a Manifestação, que é a Sua vinda com Seus santos para fazer o julgamento do mundo que O rejeitou (1Te. 3:13; 4:14; 5:2; Ju 14-15, etc). Este não é o momento para tratarmos de todas as diferenças entre esses dois eventos, mas simplesmente dizer que o período de 7 anos de Tribulação acontece entre eles. O assunto da vinda do Senhor em Mateus 24:36 é a Manifestação de Cristo, que ocorre após a Grande Tribulação. Os versículos 29 a 31 deixam isso claro; eles dizem, “E, logo depois da aflição daqueles dias... e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu”.

Pode-se perguntar, “Qual versículo deveríamos então usar?” Esta é uma boa pergunta, e a resposta está em Mateus 25:13: “Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora”. Isto tem a ver com a vinda do Senhor como o Noivo, que é o Arrebatamento. Infelizmente, a versão King James da Bíblia, com pouca autoridade em manuscritos, acrescentou as palavras “em que o Filho do homem há de vir¹”. Estas palavras não fazem parte do texto, e confundem as coisas. Elas trazem à mente a Manifestação; sempre que a vinda do Senhor é falada referindo-se a Ele como o Filho do homem, é a Sua Manifestação para julgar o mundo que O rejeitou. Este versículo (Mt 25:13) mostra que os que extrapolam e estabelecem datas como quando o Arrebatamento ocorrerá, estarão professando ter conhecimento de algo que a Bíblia diz que ninguém sabe, apenas Deus.

Em segundo lugar, as palavras em letras de forma destacadas no “clichê” erroneamente fazem referencia ao Arrebatamento como um “LADRÃO NA NOITE”. A vinda do Senhor é mencionada como um LADRÃO seis vezes na Palavra (Mt 24:43; Lc 12:39; 1Ts 5:2; 2 Pe 3:10; Ap 3:5 e 16:15) e toda vez está ligada á Manifestação de Cristo, e não ao Arrebatamento. Uma simples consulta a essas seis passagens prova isto. No Arrebatamento, o Senhor vem para levar a Igreja, que é a Sua noiva (1Ts 4:15-18, etc). Ele vem naquela hora como “o Noivo” (Mt 25:6-10), não como um Ladrão. (Vir como um Ladrão não é jeito de buscar uma noiva!).

Além do mais, a maioria das passagens que se referem à vinda do Senhor como um Ladrão fala dEle julgando o mundo nessas ocasiões. Isto acontece na Manifestação, não no Arrebatamento. Mt 24:43-44 se refere a Ele como “O Filho do homem”, que é o modo como Ele é mencionado na Palavra quando faz julgamentos (Dn 7:13; Jo 5:27; Ap 1:13-16). Ele nunca é mencionado como o Filho do Homem em assuntos relacionados à Igreja! Esse título, de fato, não é usado nas Epístolas onde a Igreja é dirigida e instruída. 1 Tessalonicenses 5:2 mostra que a vinda de Cristo como um Ladrão é quando Ele trará “súbita destruição” sobre o mundo dos descrentes. 2 Pe 3:7-10 diz que esse é “o dia do julgamento”. Apocalipse 16:15-16 diz que quando o Senhor vier como um Ladrão ele virá para julgar os exércitos que estarão reunidos no “ARMAGEDON” para lutar contra Ele. Essas coisas não acontecem no Arrebatamento, mas sim na Manifestação.

Ainda mais, a parábola de Lucas 12:36-39 indica que a vinda do Senhor como um Ladrão é realmente após “as bodas” terem acontecido. Diz: “E sede vós semelhantes aos homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas,...se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão”...A Palavra ensina que quando o Senhor levar a Igreja para o Lar no Arrebatamento, haverá o Trono de Julgamento nos céus (2Co: 5-10) e então um período de adoração ao redor do trono (Ap: 4-5) e então, após isso haverá “o casamento do Cordeiro” – as bodas (Ap 19:7-9). Somente após “as bodas” terminarem é que o Senhor sairá dos céus como um Guerreiro-Juiz (Ap 19:11- 21).

Tradução: Paulo Martins | Revisão: Rosimeri Martins
Extraído do livro "UNSOUND DOCTRINAL STATEMENTS & CLICHÉS (Commonly Accepted as Truth)" - Bruce Anstey - Páginas 104 a 106 / 42) The Rapture & The Appearing
__________________________
¹ Nota do Tradutor: A versão Revista e Corrigida de João Ferreira de Almeida também acrescentou essas palavras, da mesma forma que a versão King James.