domingo, 2 de novembro de 2014

O dia do Senhor


Leitura: João 20:1-19

Maria Madalena corre contar aos discípulos que viu o Senhor e ele os chamou de "irmãos" e filhos de seu Pai. Para um judeu, chamar a Deus de Pai estava fora de questão. Era intimidade demais com o Criador. Porém Jesus deixa claro que aqueles que creem nele são colocados na mesma posição de total aceitação que ele desfruta perante o Pai. Caso contrário ele não nos chamaria de "irmãos".

Quando você ler a Bíblia, saiba que o Espírito Santo não desperdiça palavras. Se ele diz algo, é melhor acatar, pois existe uma razão de ser. É o caso do dia mencionado no início deste capítulo 20 do evangelho de João: "o primeiro dia da semana". No versículo 19 diz "ao cair da tarde daquele primeiro dia da semana". O "primeiro dia da semana" é o que hoje chamamos de domingo.

Foi nesse dia que Jesus ressuscitou e apareceu a Maria Madalena e também às outras mulheres, segundo o relato de Mateus no capítulo 28 de seu evangelho. Também apareceu a Cleopas e ao outro discípulo no caminho de Emaús, como nos informa Lucas, no capítulo 24 de seu evangelho, onde também fala de uma aparição particular a Simão Pedro (Mt 28:1-9; Lc 24:15, 34).

É no "primeiro dia da semana" que Jesus se coloca no meio dos discípulos reunidos. Em Atos capítulo 20 Lucas escreve que "no primeiro dia da semana reunimo-nos para partir o pão". Paulo, em sua primeira carta aos coríntios, ensina: "No primeiro dia da semana, cada um de vocês separe uma quantia, de acordo com a sua renda", para ajudar os mais necessitados (1 Co 16:2).

João chama de "dia do Senhor" o primeiro dia da semana, quando recebe a revelação do Apocalipse (Ap 1:10). Não se trata do "dia do Senhor" em que ele descerá do céu para julgar as nações e, mil anos depois para destruir a terra (2 Pe 3:10). No original João diz "dia do Senhor" no mesmo sentido de "ceia do Senhor" de 1 Coríntios 11, ou seja, o dia que pertence ao Senhor. Na Bíblia em inglês fica mais fácil perceber a diferença: o dia de juízo é chamado "the day of the Lord", e o dia da semana, que João menciona em Apocalipse, é "the Lord's day".

O domingo era um dia especial para aqueles discípulos, o dia em que o Senhor ressuscitou e também se colocou no meio deles. Era o dia em que eles separavam o que pretendiam colocar na coleta para suprir as necessidades dos irmãos carentes e da obra do Senhor. Era também no "dia do Senhor" que se reuniam para celebrar a "ceia do Senhor". O domingo não é o sábado da Lei dada aos judeus, mas é um dia especial para o cristão. É o primeiro dia, o princípio, "O dia do Senhor", o dia que é dele e deve ser dedicado a ele.